sábado, 31 de janeiro de 2015

Artesanato paraibano é apresentado em feira internacional de design

O estande do Programa do Artesanato da Paraíba (PAP) será o único do gênero na 26ª edição da Craft Design, feira internacional de negócios que ocorrerá de 21 a 24 de fevereiro, em São Paulo. Pelo menos 50 artesãos paraibanos vão expor produtos de diversas tipologias, como couro, metal e cerâmica, proporcionando aos visitantes da feira um conjunto de produtos típicos da Paraíba, como decorativos e utilitários. Pássaros, animais e brinquedos populares também serão representados pelos produtos expostos.

De acordo com a gestora do PAP, Lu Maia, a participação desses artesãos no Salão do Artesanato servirá para que os profissionais aproveitem a oportunidade para a realização de bons negócios. “Durante a 21ª edição do Salão do Artesanato, o Governo do Estado capacitou o nosso artesão por meio de cursos como melhoria no atendimento ao público e técnicas de vendas. Por isso, temos certeza de que eles estão preparados para atender ao público visitante, oriundo de diversos países, da melhor forma possível”, pontuou.

Um dos produtos que serão postos em evidência durante a realização da Craft Design é o crochê, tema da 21ª edição do Artesanato da Paraíba, que ocorreu em João Pessoa. “É uma feira em que o artesão não vai lá para vender o produto, mas sim para mostrá-lo e, assim, fazer negócios. Por isso, vamos levar para São Paulo produtos os mais típicos possíveis, e o crochê – depois do sucesso que fez – não poderia ficar de fora de um evento com tamanha evidência, uma grande vitrine”, explicou Lu Maia.

Representação – Os artesãos que participarão do evento são de cidades como Campina Grande, Pitimbu e João Pessoa. “Podemos afirmar, sem medo de errar, de que a Paraíba vai estar muito bem representada, tanto com relação à qualidade dos produtos que vamos expor como também com relação à quantidade de cidades que vão participar do evento”, destacou a gestora do Programa do Artesanato da Paraíba.

A feira – A Craft Design é referência em negócios, tendências, decoração e design, sendo ainda considerada uma das principais realizadas no país. A 26ª Craft Design acontece no Shopping Frei Caneca. O evento é direcionado a lojistas, mercado corporativo, arquitetos, decoradores, fabricantes e outros profissionais do setor. A feira acontece semestralmente com o objetivo de integrar ao setor produtivo e aos canais de distribuição novos talentos e os designers já consagrados. Para isso há um rigoroso critério de seleção de expositores.

Potencial turístico – O secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Paraíba, Laplace Guedes, ressaltou a contribuição do artesanato paraibano para a economia do Estado. “Os artesãos são responsáveis por, aproximadamente, 3,5 % do PIB nacional, de acordo com dados do Sebrae SP. Não é pouco”, lembrou.

Ainda de acordo com Laplace, o Governo Estadual está empenhado em melhorar cada vez mais a gestão do negócio e encontrar canais eficientes para a comercialização da produção do artesanato paraibano. “Pretendemos trabalhar pelo reconhecimento e valorização do artesão, como gerador de riquezas para o nosso estado”, ressaltou.

Com informações da Secom-PB

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Governo prorroga pagamento do IPVA até 6 de fevereiro

O Governo da Paraíba prorrogou o prazo do pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para o dia 6 de fevereiro. Os proprietários de veículos com placas terminadas em 1 e 2 terão, agora, um novo prazo para efetuar o pagamento do tributo com desconto de 10% na opção da cota única ou no parcelamento em até três vezes. A Secretaria de Estado da Receita Estadual vai publicar neste sábado (31), no Diário Oficial do Estado, uma portaria com a nova data limite de pagamento.

O adiamento é devido aos atrasos na entrega dos boletos do IPVA nas residências dos contribuintes paraibanos. Para evitar prejuízos, o Governo decidiu adiar por uma semana o pagamento, garantindo as opções do desconto e do parcelamento sem acréscimos de multas ou juros.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos firmou convênio com o Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) para enviar os boletos. Somente para as placas 1 e 2 estavam confeccionados 125.653 boletos, sendo 48.731 de carros e 66.922 de motocicletas.

Contudo, caso o boleto do IPVA não tenha chegado à residência até o dia 6 de fevereiro, o proprietário deverá imprimir pela internet no portal do Detran-PB. Basta informar os números completos da placa do veículo e do Renavam no link http://www.detran.pb.gov.br/index.php/ipva.html

De acordo com a pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), contratada pela Receita Estadual, os proprietários de veículos usados no Estado da Paraíba terão uma redução média de 3,8% no pagamento do IPVA em 2015, quando comparado ao valor pago neste ano. A redução média considera todos os tipos de veículos, como automóveis, motos, utilitários, ônibus e caminhões.

Além do pagamento IPVA, o proprietário de veículo precisa efetuar o pagamento da Renovação Anual de Licenciamento do veículo ao Detran (R$ 117), da Taxa de Bombeiro (R$ 17,55) e do  Seguro Dpvat.

O valor do Dpvat este ano será novamente de R$ 292,01 para motocicletas, motonetas, ciclomotores e similares, enquanto para automóveis e camionetas particulares, missão diplomática, corpo consular e órgão internacional de R$ 105,65.

Já o Dpvat de micro-ônibus com cobrança de frete com lotação não superior a 10 passageiros e ônibus, micro-ônibus e lotações sem cobrança de frete (urbanos, interurbanos, rurais e interestaduais) continua no valor de R$ 247,42.

Com informações da Secom-PB

Prêmio Referência 2014 será entregue neste sábado em Sumé

O site de notícias Cariri em Ação realiza amanhã, 31, pelo segundo ano consecutivo, o Prêmio Referência 2014. O evento está previsto para iniciar às 19h, no Ginásio de Esportes o Netão.

O Prêmio Referência é uma homenagem prestada pelo portal às pessoas, empresas, instituições, políticos e personalidades que se destacaram no ano de 2014 em suas áreas de atuação.

A entrega do prêmio é baseada em pesquisa feita com os habitantes dos 11 municípios do Cariri Paraibano onde o site tem atuação. A pesquisa foi realizada entre os dias 01 e 26 de dezembro de 2014.

Após a solenidade de entrega do prêmio, haverá show musical com a banda Forró Kent e Jackson Monteiro, e a entrada é gratuita.

“Há uma grande expectativa para esta segunda edição. Muitos convidados confirmaram a presença no evento”, observou Marivaldo Alcântara, diretor do Cariri em Ação.

Homenageados dos municípios de Amparo, Congo, Coxixola, Monteiro, Ouro Velho, Parari, Prata, São João do Cariri, São José dos Cordeiros, Serra Branca e Sumé, marcaram presença no evento.

Com informações do Cariri em ação

Em 11 anos, salário de trabalhadores domésticos dobrou

Pedreiros e trabalhadores domésticos tiveram maior ganho médio salarial nos últimos 11 anos graças às políticas de valorização salarial implementadas pelo governo

A média salarial dos trabalhadores domésticos mais que dobrou em comparação com o ganho de outras categorias, nos últimos 11 anos. É o que mostra a pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgada na manhã desta quinta-feira (29). O ganho médio salarial da categoria foi de 69,9%, enquanto o rendimento dos demais trabalhadores cresceu 33,1%, no período.

Segundo o IBGE, a média salarial dos trabalhadores domésticos vem crescendo sistematicamente nos últimos anos. Assim como o observado com os trabalhadores da construção civil. O grupo formado principalmente por pedreiros teve aumento médio salarial de 58,7%. O que mostra uma maior alta nos menores salários.

A valorização salarial, ainda seguindo o instituto, ocorre devido ao contínuo crescimento do salário mínimo e valorização deste tipo de mão-de-obra no mercado de trabalho brasileiro.

Formalização – Em 2014, o número de domésticos trabalhando com carteira assinada também cresceu, chegando a 42,2% do total de empregados. O índice é 7% maior que o registrado em 2003, quando pouco mais de 35% eram formalizados.

A pesquisa observou também uma redução no número de empregados domésticos no País nos últimos anos, com a ida de profissionais para outras áreas, principalmente para o comércio.

O IBGE aponta uma redução gradual da oferta deste tipo de serviço, desde 2006, passando de 8,3% da população ocupada do país, para 6% em 2014, 1,38 milhão de profissionais.

Ao mesmo tempo, o nível de instrução da categoria é cada vez maior. O número de trabalhadores domésticos com oito anos ou mais de estudo passou de 20,5% em 2003 para 24,5% em 2014. E aqueles com 11 anos ou mais de estudo passou de 9,8% da categoria em 2003 para 24,0% no ano passado.

Da Redação da Agência PT de Notícias.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

‘Bom dia, Brasil’

Enfim, jornalismo da Globo acorda

Por Reinaldo Cabral* em 27/01/2015 na edição 835

No programa Bom Dia Brasil apresentado na sexta-feira (23/1) o jornalismo da TV Globo parece ter acordado: foi um festival de realismo do começo ao fim, relembrando os velhos tempos do jornalismo de combate tão em falta na mídia brasileira.

O único ponto falho se ateve ao aprofundamento das matérias, nada que uma boa suíte não possa resolver. Mas foi através dessa nova fase exibida pela emissora que finalmente o telespectador ficou sabendo a extensão do drama das populações de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais de que o esvaziamento das reservas de água poderá ser um problema nacional – e é – mas cujo agendamento pelo governo federal ainda parece distante.

Há uma grande confusão entre acadêmicos que colocam o jornalismo de combate como se ele fosse um instrumento de enfrentamento do poder público. Não é. Como não é um jornalismo de sustentação de teses, sejam quais forem. O jornalismo de combate tem como alma uma linha de posicionamento crítico, mas não persuasivo. A persuasão é um instrumento usado no jornalismo doutrinário.

O jornalismo usado pela primeira vez em anos pelo programa Bom Dia Brasil é o que a fração esclarecida da população deseja: o realismo, jornalismo sem disfarce nem truques, sem oba-oba, sem magnanimidades.

São Paulo experimenta o racionamento de água há mais de dois anos. Mas há dois anos a emissora se limita a transmitir o ponto de vista do governo Alckmin. O jornalismo da emissora estava devendo à população uma explicação real sobre a questão hídrica. Neste programa chegou perto, mas ainda não pôs no ar um especialista em recursos hídricos capaz de dizer com todas as letras que não se trata mais de “crise hídrica”. Crise é algo temporário, passageiro. Falta permanente é ausência absoluta.

Realidade oculta

Desde o começo do século 18 que o mundo sabe que a água é um recurso finito, acaba, como o petróleo. Os sucessivos governos de São Paulo sempre trataram a água como um recurso infinito: primeiro impermeabilizaram (asfaltaram) todo o estado, impedindo a infiltração de água no solo. Segundo, não controlaram a abertura de poços artesianos (esses poços são as reservas para uso futuro). Ou seja, antes da completa impermeabilização, deixaram a população usar toda reserva de água do futuro. A mídia foi um completo silêncio desde então.

Venceu um velho hábito nosso de cada dia: preocupa-nos o presente, o futuro a Deus pertence. Afinal, água cai do céu e como Deus é brasileiro não vai faltar chuva nunca.

Mas está aí a chuva. A mídia, que nunca entendeu nada de água, nunca incentivou uma educação ambiental para conduzir a população a não desperdiçar água.

Num show de jornalismo de combate, o Bom Dia Brasil incluiu uma realidade que a própria TV Globo parecia ocultar: o parque de energia eólica (dos ventos) já é capaz de entrar com 10 na formação da central da matriz energética brasileira. Precisaria de apenas R$ 600 milhões para a instalação da sua linha de transmissão. Neste programa, o próprio programa descobriu o mistério: os R$ 600 milhões foram gastos na construção de um estádio de futebol para a Copa do Mundo, já fechado para reforma e ninguém cobra nada.

Veja-se como é importante a liberdade de expressão, a imprensa livre: o racionamento de água e de energia já começou. Basta um pouco de realismo no noticiário para se restabelecer uma linguagem que por si só denuncia os truques, as maquiagens destinadas a ocultar a realidade da população.

*Reinaldo Cabral é jornalista e escritor

CISCO anuncia resultado de Processo Seletivo

A comissão organizadora do Processo Seletivo Público Simplificado do Cisco – Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Cariri Ocidental emitiu aviso, o qual traz o resultado da primeira etapa deste processo, constando a pontuação e a colocação dos candidatos classificados para a segunda fase do processo.

Dos 39 candidatos inscritos, apenas 03 se classificam para a segunda fase do processo. Confira o aviso na íntegra:

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Escolas disponibilizam cursos técnicos na região do Cariri

As Escolas Paulista de Tecnologia e o Colégio Santo Expedito, através da Unidade Descentralizada de Monteiro e em parceria com a Prefeitura Municipal de Monteiro, estão oferecendo vagas para matrículas nos cursos de Técnico em saúde bucal, Técnico em farmácia, Técnico em Análises Clínicas, Técnico em Segurança do Trabalho e Técnico em Corretor de Imóveis.

Também estão sendo oferecidas vagas para os cursos de Técnico em Enfermagem, Técnico em radiologia, Técnico em Agente comunitário de Saúde e Técnico em Meio Ambiente. As aulas serão ministradas com turmas durante a semana ou somente aos sábados.

Maiores informações com Cícero Roberto ou Goinha na Escola Maria do Socorro Aragão, no horário da noite ou pelos telefones: (83)9909-8048 (TIM) / (83) 8712- 6469 (OI) / (83) 9336-8032 (CLARO) ou (83) 8106-2541 (VIVO).

Com informações da Ascom/PMM

300 dias com Gilmar

Ministro do Supremo segura ação que pode impedir o financiamento empresarial de campanha

Completou ontem, terça-feira (27), 300 dias do pedido de vista do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), da ação que pede o fim de doações de empresas para candidatos, comitês eleitorais ou partidos políticos. O julgamento, iniciado no dia 2 de abril de 2014, foi suspenso quando contava com 6 votos a favor e um contra.

A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 4650), movida pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados no Brasil (OAB), pede mudanças nas Leis 9.096/1995 e 9.504/1997, que disciplinam o financiamento de partidos políticos e campanhas eleitorais. A entidade integra, juntamente com outras 102 organizações da sociedade civil, o projeto da coalização pela reforma política.

De acordo com o regimento da Corte, os autos do processo deveriam ter sido devolvidos há 270 dias. O pedido de vista é um recurso usado por magistrados para estender o prazo de análise do processo antes de manifestar seu voto, estipulado em até 30 dias.

Até a interrupção do julgamento, haviam votado a favor os ministros Luiz Fux, relator do processo, Dias Toffolli, Luís Roberto Barroso, Ricardo Lewandowski, Joaquim Barbosa, na época presidente do Supremo, e Marco Aurélio Mello. O ministro Teori Zavascki foi o único até o momento a votar contra a proposta.

Além de Gilmar Mendes, faltam ainda os votos das ministras Rosa Weber e Cármen Lúcia e do ministro Celso de Mello.

Campanha

Criticado pela morosidade em dar continuidade ao julgamento da ação, o ministro Gilmar Mendes é alvo de campanha na internet que pede a imediata conclusão do processo. Até mesmo um evento no Facebook, com 7,4 mil pessoas confirmadas, foi criado para lembrar dos documentos engavetados.

Atualmente, empresas são autorizadas a doar para candidatos, partidos ou campanhas até 2% do faturamento bruto no ano anterior. As doações podem ser feitas dentro ou fora de períodos eleitorais. Em 2014, 70,6% dos R$ 4,3 bilhões arrecadados pelos candidatos partiu de empresas.

Assim que o julgamento for concluído, os ministros do Supremo terão de definir a data que a nova regra passará a valer. Entretanto, a demora de Gilmar Mendes em devolver o processo para voto dos demais ministros poderá invalidar a mudança para as eleições para prefeitos, em 2016.

Por Flávia Umpierre/ Agência PT de Notícias

Municípios têm até hoje, 28, para requisitar profissionais do Mais Médicos

Os Municípios têm até esta quarta-feira, 28 de janeiro, para se inscreverem no Programa Mais Médicos. Para isso é preciso acessar a página do programa na internet. Em todo o País, 1,5 mil prefeituras têm o direito de solicitar profissionais. Eles são destinados à atenção básica na rede pública.

Municípios com maior vulnerabilidade econômica e social e aqueles que receberam médicos do Provab 2014 compõem a lista daqueles que podem solicitar médicos. A escolha das prefeituras também leva em consideração aquelas que possuem 20% da população em extrema pobreza, com Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) baixo, localizadas no semiárido, nos vales do Jequitinhonha, Mucuri e Ribeira e nas periferias de capitais e regiões metropolitanas. A prioridade foi dada também para os distritos indígenas.

Todos os Municípios pré-selecionados e que tenham interesse no programa não podem perder este prazo.

Com informações da CNM

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Mundo vem ao Brasil conhecer programas sociais

Vários países se interessam pelo Sistema de Proteção Social brasileiro. Programas tiraram 36 milhões de pessoas da pobreza

Os resultados da implantação dos Sistemas de Proteção Social do Brasil têm atraído a atenção de países de todo o mundo. Ao todo, 345 missões estrangeiras, de 92 países, visitaram o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), entre 2011 e 2014. Destes, 95% vieram de países em desenvolvimento.

As missões vêm conhecer o funcionamento de um sistema iniciado em 2003, com o Bolsa Família, posteriormente integrado à rede de proteção social. Fazem parte deste sistema o Centro de referência de Assistência Social (CRAS), Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Programa de Atenção Integral às Famílias (PAIF), Restaurantes e Cozinhas populares e Brasil Sem Miséria.

De 2003 a 2009, houve um salto de 1,2 milhão para 13,77 milhões de famílias beneficiadas. Em 12 anos, 36 milhões de pessoas saíram da situação de pobreza extrema e, em 2014, Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou a saída do Brasil do mapa mundial da fome.

Cadastro Único

Trinidad e Tobago, pequeno país da América Central, enviou uma delegação ao Brasil para conhecer o funcionamento do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único). Trata-se de um instrumento do sistema de proteção social que identifica e caracteriza famílias cuja renda per capta mensal seja de até meio salário mínimo, ou total de até três salários mínimos. Por meio dele, o MDS seleciona os beneficiários dos programas sociais.

O Cadastro Único permite ao governo conhecer a realidade socioeconômica dos beneficiários, como as características de habitação, os dados dos componentes da família e como essas pessoas acessam os serviços públicos essenciais.

Bolsa Família

Representantes do governo de Cuba também vieram ao Brasil para saber como o MDS opera a transparência e como é feito o controle social dos beneficiários do programa Bolsa Família. O ministério disponibiliza número telefônico gratuito e canais na internet para denúncias e consulta pública dos cadastrados no programa.

O MDS mantém também um sistema de auditoria e ações de fiscalização permanente, por meio da Rede Pública de Fiscalização. Desse sistema fazem parte os ministérios públicos federal, estadual e do Distrito Federal, além da Controladoria Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas da União (TCU).

Vários são os aspectos do Bolsa Família que chamam a atenção de países interessados em aplicar políticas públicas de transferência de renda. Ao custo de apenas 0,45% do Produto Interno Bruto (PIB), de cada real aplicado no programa é acrescido R$ 1,78 ao PIB.

A pobreza e a extrema pobreza caíram de 23,9% para 9,6% da população. Em 12 anos, o déficit de estatura das crianças beneficiárias diminuiu em 51%. Crianças e jovens diminuíram em cinco o número de horas de trabalho, para se dedicarem aos estudos e outras atividades.

WWP

A projeção internacional do sistema de proteção social brasileiro fez o Banco Mundial indicar o Brasil para sediar o seminário internacional World Without Poverty (WWP).

Durante o evento, ocorrido em novembro de 2014, o diretor do Escritório de Apoio a Políticas e Programas do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Magdy Martínez-Solimán, ressaltou o sucesso dos programas sociais do Brasil.

“Se você analisa a última década, a produção de empregos em torno dos 20 milhões é absolutamente incomparável, só a China pode se comparar com o Brasil nesse registro”, declarou o diretor.

Parcerias

O governo estabeleceu acordos de cooperação técnica, numa ação integrada entre a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e o Ministério das Relações Exteriores. Entre 2011 e 2014, foram desenvolvidos nove projetos bilaterais e dois trilaterais, mediados pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Desde 2012, 66 delegações, de 47 países, participaram de uma das nove edições do seminário “Políticas Sociais para o Desenvolvimento”, realizadas pelo MDS. Durante esses eventos, as delegações visitam propriedades da agricultura familiar, os bancos de alimentos e conhecem as instalações físicas de determinados equipamentos sociais do governo como os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

Da Agência PT de Notícias, com informações do Blog do Planalto