terça-feira, 30 de setembro de 2014

Proext do CDSA-UFCG discute ações com conselheiros de Sumé e Amparo

O Programa de Apoio à Extensão Universitária (Proext) do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido da UFCG reuniu recentemente os conselheiros das cidades de Sumé e Amparo para estabelecer um diálogo acerca do trabalho realizado por eles em suas cidades, e de que forma a universidade poderia auxiliar no aprimoramento de sua atuação no Cariri paraibano.

Nessa ocasião foram traçadas estratégias de atuação em bairros dessas cidades, através de atividades promovidas conjuntamente, ouvindo os conselheiros acerca das possibilidades e limitações.

Esses encontros fazem parte do Programa “Consolidando os direitos humanos no Cariri Ocidental paraibano” e do Projeto de Extensão “Capacitando os conselheiros no Cariri paraibano: qualificando a participação”, ambos fazem parte das ações do Observatório de Políticas Públicas do Semiárido”.

Na oportunidade estiveram presentes os bolsistas do programa, bem como, professores orientadores, dentre eles Irivaldo Oliveira, Sônia Lira, Paulo Diniz e Valdonilson Barbosa.

Com informações da Assimp CDSA

Campanha Outubro Rosa, de prevenção do câncer de mama

Começa nesta quarta-feira (1º), às 9h, na Maternidade Frei Damião, no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa, a Campanha Outubro Rosa, que tem o objetivo de sensibilizar e alertar a população sobre a importância da detecção precoce do câncer de mama. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), apoia a campanha que é promovida pela ONG Amigos do Peito.

Neste primeiro dia, intitulado “Ação Dia do Peito”, o Governo do Estado, a ONG Amigos do peito do Hospital Napoleão Laureano, a Rede Feminina de Combate ao Câncer e representantes de vários segmentos da sociedade unirão forças para dar acessibilidade às mulheres paraibanas, a partir dos 40 anos, a um atendimento especializado na área de mastologia, disponibilizando consultas, agendamento e, se possível, a realização da mamografia no próprio Laureano, e em casos específicos, dando continuidade às medidas necessárias para que as pacientes possam iniciar o tratamento adequado ao seu caso.

De acordo com a programação da abertura da campanha, a ONG realizará uma palestra sobre as formas de prevenção do câncer de mama e logo em seguida, será oferecido um café da manhã aos funcionários, pacientes e familiares.

A gerente do Núcleo de Saúde da Mulher, Cíntia Regina Silva, informou que a SES está mobilizando os municípios para realizar diversas atividades voltadas à população feminina. “Será realizado um evento no Centro Especializado em Diagnóstico do Câncer (CEDC). Fizemos uma mobilização em parceria com a Agevisa e, além disso, o governo estadual participará do Congresso Internacional de Saúde da Mulher, nos dias 16, 17 e 18 de outubro”, disse.

Números de câncer de mama

O câncer de mama é o tipo que mais acomete as mulheres em todo o mundo, tanto em países desenvolvidos, como em desenvolvimento. Suas taxas de incidência variam entre as regiões, com as maiores taxas em 2012 na Europa Ocidental (96/100 mil) e as menores na África Central e na Ásia Oriental (27/100mil)

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), são esperados no Brasil em 2014 57.120 casos novos, com risco estimado de 56,09 casos a cada 100 mil mulheres; enquanto que nas capitais do país, estima-se 19.170 casos novos com um risco estimado de 80,67.

Na Paraíba, são esperados 750 casos novos. O Estado apresenta uma taxa de 37,62 para cada 100 mil mulheres. Em João Pessoa, estima-se 260 casos novos, com um risco estimado de 66,48 em cada 100 mil mulheres.

Conforme a base de dados do Datasus/MS, no ano de 2013, 212 mulheres morreram na Paraíba vítimas de câncer de mama, e até agosto deste ano foram 130 óbitos.

Alguns fatores de risco para desenvolver o câncer de mama são bem conhecidos, como o envelhecimento, a vida reprodutiva da mulher, história familiar de câncer de mama, sedentarismo, entre outros.

Mamógrafos e capacitações

Buscando o diagnóstico precoce e a diminuição de casos da doença, o Governo do Estado aumentou o número de mamógrafos na rede SUS, que hoje conta com 28 em funcionamento nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita, Guarabira, Monteiro, Patos, Itaporanga, Catolé do Rocha, Sousa, Princesa Izabel e Pombal.

A SES está interiorizando alguns serviços do câncer, como a Unidade de Oncologia de Patos (Unacon) que, após sua inauguração, terá uma ampliação já prevista para o Centro de Atenção em Alta Complexidade em Oncologia (Cacon), realizando não só quimioterapia como também radioterapia.

Segundo Cíntia Regina, em 2014 foram oferecidas aos profissionais da saúde capacitações sobre prevenção e detecção precoce de câncer de mama, onde foram priorizados eixos de prevenção e diagnóstico e organização da Rede de Atenção ao Câncer do Colo do Útero e da Mama. A capacitação, que ocorreu para mais de 700 profissionais de todas as macrorregionais do Estado, também teve o objetivo de formar agentes multiplicadores de práticas relacionadas ao rastreamento do câncer de mama e colo de útero.

Durante todo o ano foram desenvolvidas ações direcionadas para a melhoria dos Sistemas de Informação e Vigilância do Câncer, através da implantação do novo Sistema de Informação do Câncer (Siscan), como também a formação de gestores para o acompanhamento dos indicadores do câncer de mama e de colo do útero, monitoramento e avaliação dos indicadores. Essas informações são úteis aos municípios para tomarem conhecimento onde precisa de melhorias, além de aumentar o quantitativo de exames nas mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos.

“É importante lembrar que as ações de prevenção são realizadas pelos municípios, cabendo a SES apoiar, orientar e monitorar dentro do que já está preconizado”, concluiu Cíntia.

Outubro Rosa

A campanha Outubro Rosa teve início na década de 90 nos Estados Unidos e ganhou repercussão e adesão em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza mundialmente a luta contra o câncer de mama. “A ação de iluminar com a cor rosa monumentos, prédios públicos, pontes e teatros surgiu posteriormente e hoje assumiu importante papel na campanha, pois se tornou uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar no mundo”, explica Charlene de Oliveira Pereira, psicóloga sanitarista da SES.

Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi, nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas à prevenção do câncer de mama, denominando essa mobilização como ‘Outubro Rosa’. Todas as ações são até hoje direcionadas à conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce.

Para sensibilizar a população inicialmente as cidades se enfeitavam com os laços rosa, principalmente nos locais públicos, depois surgiram outras ações como corridas, desfile de modas com sobreviventes de câncer de mama, partidas de boliche, dentre outros eventos.

No Brasil

A primeira iniciativa no Brasil em relação ao ‘Outubro Rosa’ foi a iluminação em rosa do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista (mais conhecido como o Obelisco do Ibirapuera), situado em São Paulo (SP), no dia 2 de outubro de 2002, quando foram comemorados os 70 anos do encerramento da revolução.

Centro Especializado no Diagnóstico do Câncer

No que se refere a serviços de diagnóstico na Rede de Oncologia, o CEDC é um serviço que merece destaque, sendo principal laboratório público do Estado de referência para a detecção precoce do câncer de colo de útero e mama, disponibilizando atendimentos e procedimentos médicos especializados.

Trata-se de um Complexo de Saúde, em que estão inseridos Laboratórios de Citopatologia; de Anatomia Patológica; Clínica Especializada e Serviço de Diagnóstico por Imagem (Ultrassonografia). Toda sua oferta de serviços é regulada pelo município de João Pessoa, com uma média de atendimentos/mês de 9.500 entre consultas, exames e procedimentos. Em 2013 foi inaugurada a nova sede que funciona na Avenida Duarte da Silveira, no centro de João Pessoa. O telefone é 3218-5369.

Programação do Outubro Rosa

O propósito da campanha em todo o Estado é chamar a atenção para importância do cuidado com o corpo por parte das mulheres.

O CEDC promoverá um café da manhã no pátio externo do Centro, para sensibilizar as mulheres na importância da realização do exame clínico e mamografia. Neste período, o CEDC oferecerá na própria sede consultas com mastologistas por demanda espontânea.

A Agevisa promoverá no próximo dia 10, na praia de Tambaú, em frente à PBTur, de 8 às 14h, um momento de sensibilização e conscientização das mulheres no cuidado em realizar o exame clínico e mamografia.

Fica a cargo de cada município desenvolver suas atividades dentro da Campanha Outubro Rosa.

Com informações da Secom-PB

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Melancólico fim da revista “Veja”, de Mino a Barbosa


*Por Ricardo Kotscho

Uma das histórias mais tristes e patéticas da história da imprensa brasileira está sendo protagonizada neste momento pela revista semanal "Veja", carro-chefe da  Editora Abril, que já foi uma das maiores publicações semanais do mundo.

Criada e comandada nos primeiros dos seus 47 anos de vida, pelo grande jornalista Mino Carta, hoje ela agoniza nas mãos de dois herdeiros de Victor Civita, que não são do ramo, e de um banqueiro incompetente, que vão acabar quebrando a "Veja" e a Editora Abril inteira do alto de sua onipotência, que é do tamanho de sua incompetência.

Para se ter uma ideia da política editorial que levou a esta derrocada, vou contar uma história que ouvi de Eduardo Campos, em 2012, quando ele foi convidado por Roberto Civita, então dono da Abril, para conhecer a editora.

Os dois nunca tinham se visto. Ao entrar no monumental gabinete de Civita no prédio idem da Marginal Pinheiros, Eduardo ficou perplexo com o que ouviu dele. "Você está vendo estas capas aqui? Esta é a única oposição de verdade que ainda existe ao PT no Brasil. O resto é bobagem. Só nós podemos acabar com esta gente e vamos até o fim".

É bem provável que a Abril acabe antes de se realizar a profecia de Roberto Civita. O certo é que a editora, que já foi a maior e mais importante do país, conseguiu produzir uma "Veja" muito pior e mais irresponsável depois da morte dele, o que parecia impossível.

A edição 2.393 da revista, que foi às bancas neste sábado, é uma prova do que estou dizendo. Sem coragem de dedicar a capa inteira à "bala de prata" que vinham preparando para acabar com a candidatura de Dilma Rousseff, a uma semana das eleições presidenciais, os herdeiros Civita, que não têm nome nem história próprios, e o banqueiro Barbosa, deram no alto apenas uma chamada: " EXCLUSIVO - O NÚCLEO ATÔMICO DA DELAÇÃO _ Paulo Roberto Costa diz à Polícia Federal que em 2010 a campanha de Dilma Rousseff pediu dinheiro ao esquema de corrupção da Petrobras". Parece coisa de boletim de grêmio estudantil.

O pedido teria sido feito pelo ex-ministro Antonio Palocci, um dos coordenadores da campanha da então candidata Dilma Rousseff, ao ex-diretor da Petrobras, para negociar uma ajuda de R$ 2 milhões junto a um doleiro que intermediaria negócios de empreiteiras fornecedoras da empresa.

A reportagem não informa se há provas deste pedido e se a verba foi ou não entregue à campanha de Dilma, mas isso não tem a menor importância para a revista, como se o ex-todo poderoso ministro de Lula e de Dilma precisasse de intermediários para pedir contribuições de grandes empresas. Faz tempo que o negócio da "Veja" não é informar, mas apenas jogar suspeitas contra os líderes e os governos do PT, os grandes inimigos da família.

E se os leitores quiserem saber a causa desta bronca, posso contar, porque fui testemunha: no início do primeiro governo Lula, o presidente resolveu redistribuir verbas de publicidade, antes apenas reservadas a meia dúzia de famílias da grande mídia, e a compra de livros didáticos comprados pelo governo federal para destinar a esc0las públicas.

Ambas as medidas abalaram os cofres da Editora Abril, de tal forma que Roberto Civita saiu dos seus cuidados de grande homem da imprensa para pedir uma audiência ao presidente Lula. Por razões que desconheço,  o presidente se recusava a recebe-lo.

Depois do dono da Abril percorrer os mais altos escalões do poder, em busca de ajuda, certa vez, quando era Secretário de Imprensa e Divulgação da Presidência da República, encontrei Roberto Civita e outros donos da mídia na ante-sala do gabinete de Lula, no terceiro andar do Palácio do Planalto."

"Agora vem até você me encher o saco por causa deste cara?", reagiu o presidente, quando lhe transmiti o pedido de Civita para um encontro, que acabou acontecendo, num jantar privado dos dois no Palácio da Alvorada, mesmo contra a vontade de Lula.

No dia seguinte, na reunião das nove, o presidente queria me matar, junto com os outros ministros que tinham lhe feito o mesmo pedido para conversar com Civita. "Pô, o cara ficou o tempo todo me falando que o Brasil estava melhorando. Quando perguntei pra ele porque a "Veja" sempre dizia exatamente o contrário, esculhambando com tudo, ele me falou: `Não sei, presidente, vou ver com os meninos da redação o que está acontecendo´. É muita cara de pau. Nunca mais me peçam pra falar com este cara".

A partir deste momento, como Roberto Civita contou a Eduardo Campos, a Abril passou a liderar a oposição midiática reunida no Instituto Millenium, que ele ajudou a criar junto com outros donos da imprensa familiar que controla os meios de comunicação do país.

Resolvi escrever este texto, no meio da minha folga de final de semana, sem consultar ninguém, nem a minha mulher, depois de ler um texto absolutamente asqueroso publicado na página 38 da revista que recebi neste final de semana, sob o título "Em busca do templo perdido". Insatisfeitos com o trabalho dos seus pistoleiros de aluguel, os herdeiros e o banqueiro da "Veja" resolveram entregar a encomenda a um pseudônimo nominado "Agamenon Mendes Pedreira".

Como os caros leitores sabem, trabalho faz mais de três anos aqui no portal R7 e no canal de notícias Record News, empresas do grupo Record. Nunca me pediram para escrever nem me proibiram de escrever nada. Tenho aqui plena autonomia editorial, garantida em contrato, e respeitada pelos acionistas da empresa.

Escrevi hoje apenas porque acho que os leitores, internautas e telespectadores, que formam o eleitorado brasileiro, têm o direito de saber neste momento com quem estão lidando quando acessam nossos meios de comunicação.

*Ricardo Kotscho, 65, é repórter desde 1964. 
Já trabalhou em praticamente todos os principais veículos da imprensa brasileira, nas funções de repórter,
repórter especial, editor, chefe de reportagem, colunista, blogueiro e diretor de jornalismo.
É atualmente comentarista do Jornal da Record News e repórter especial da revista Brasileiros.

Esporte Amador: resultados da Copa Cariri e Copa Verão

Visitantes “aprontam” na terceira rodada da Copa Cariri de Futebol

Teve prosseguimento ontem a 18ª Copa Cariri de Futebol – 2014, com a terceira rodada, onde surpreendentemente as equipes visitantes venceram os jogos, com exceção do Atlético de Camalaú que empatou.

Nos jogos do Grupo A, no clássico atleticano, o único empate da rodada: Atlético de Cacimbinha 0 x 0 Atlético de Camalaú. Resultado que deixou o atual campeão da copa na liderança do grupo com 07 pontos.

Em Passagem de Caraúbas, um bom público presente para prestigiar a equipe estreante na competição: Aliança que enfrentou o inspirado Botafogo de Sumé, que após segurar o 0x0 na etapa inicial, voltou com uma proposta ofensiva e surpreendeu o time da casa, fazendo dois gols e selando a primeria vitória da equipe sumeense.

Pelo Grupo B, em Sumé o Alto Alegre, depois de ter sido goleado na rodada anterior, voltou a perder. Desta vez jogando em seus domínios perdeu por 2 x 0 para o Cruzeiro de Caraúbas.

O Botafogo de Cabaceiras aparece como uma das boas surpresas desta competição, apresentando um futebol bem compacto. A organizada equipe cabaceirense foi até Camalaú enfrentar o Cruzeiro e trouxe na bagagem a vitória por 1 x 0 e a liderança do Grupo B.

Classificação:

GRUPO A
GRUPO B
EQUIPE
PONTOS
EQUIPE
PONTOS
Atlético - Camalaú
07
Botafogo – Cabaceiras
07
Botafogo - Sumé
04
Cruzeiro – Camalaú
04
Aliança - Caraúbas
03
Cruzeiro - Caraúbas
04
Atlético – Cacimbinha
02
Alto Alegre – Sumé
01

Copa Verão

Rodada que ratifica o equilíbrio da competição.

Em jogos pelo Grupo A, mais dois empates e assim como na rodada anterior, todos com a mesma pontuação.

Às 14h, o União do Caititu empatou em 0 x 0 com o Bem-te-vi das Malvinas, e no jogo principal, às 13:30h a Desportiva do Pilão, após sair atrás do marcador foi buscar o empate e conseguiu através de Artur que de pênalti deixou tudo igual, no placar e na pontuação.

Confira tabela completa e pontuação na página Copa Verão

Último repasse do FPM de setembro será de R$ 982 milhões, depositados na próxima terça

Os Municípios brasileiros receberão na próxima terça-feira, dia 30 de setembro, o último repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do mês de setembro, no valor de R$ 982.989.277,09. O montante, segundo a Confederação Nacional de Municípios (CNM), considera o desconto destinado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb). Sem essa retenção, o valor do decêndio chega a R$ 1.228.736.596,36.

O repasse será 5,77% menor que a previsão da Receita Federal do Brasil (RFB), divulgada no dia 11 de setembro. Levantamento da área de estudos técnicos da Confederação indica redução no repasse ao compará-lo com o terceiro decêndio de setembro do ano passado. “Uma queda de 30,2%, em termos nominais, sem considerar a inflação”, diz os dados da entidade.

Em relação ao valor acumulado no mês, ele soma R$ 5,282 bilhões, enquanto que no mesmo período do ano anterior o acumulado ficou em R$ 4,952 bilhões. Dessa forma, em termos reais houve um crescimento de 6,7% em relação a setembro de 2013. Já no acumulado do início do ano até agora, no FPM soma R$ 57,948 bilhões com esse ultimo decêndio. No mesmo período de 2013, ele estava em R$ 55,829 bilhões, o que também demonstra crescimento de  3,8%, em termos reais. 

A CNM informa que a previsão para outubro é de aumento de 2% com relação ao mês setembro. No entanto, a entidade ressalta que este valor é apenas uma estimativa de Receita Federal e está sujeita a alterações.

Com informações da CNM

sábado, 27 de setembro de 2014

De portas fechadas: sexta sem sessão na Casa Leidson da Silva

Vereadores vão a Câmara Municipal para participar de sessão ordinária, mas se deparam com as portas fechadas.

Renan Mamede, Paulo Sérgio Barros, Josenildo Gonçalves e Flávio Torreão ficaram “enchiqueirados” e não puderam entrar e abrir a sessão, mesmo que pela falta que quórum não poderiam deliberar nenhuma matéria, mas poderiam discutir e traçar encaminhamentos.

Difícil entender o posicionamento de alguns vereadores serra-branquenses.

Na semana passada, os vereadores da base governistas aprovaram as contas do exercício financeiro de 2010 do prefeito Eduardo Torreão, apesar das 13 irregularidades apontadas pela auditoria do TCE e do Parecer deste tribunal reprovando tais contas, ratificando assim o apoio irrestrito ao prefeito.

As contas foram aprovadas por dois terços dos vereadores, que é a proporção mínima regimental.

Votaram favoráveis ao prefeito, os vereadores Hércules Holanda, Diógenes Sales, Carlos Kléber, Flávio Torreão, Paulo Sérgio Araújo e Heydrich Dias. Contrários a isto e em favor do Parecer do Tribunal, votaram os vereadores Renan Mamede, Paulo Sérgio Barros e Josenildo Gonçalves.

Ontem, 26, seria só mais uma sessão, e mais uma vez tramitaria um projeto do executivo em regime de urgência (que virou regra), que trata do piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde. Segundo o vereador Renan Mamede, a proposta do prefeito é adequar o piso dos ACS, conforme Lei Federal, mas sem incorporar o aumento aos vencimentos e sim através de gratificações. Ainda segundo o vereador, a base aliada que nesta eleição está em palanque diferente do prefeito, não concorda em votar o projeto em regime de urgência, e para não derrubar o pedido de urgência, boicotou a sessão.

Causa e efeito

O efeito disso só veremos pós-eleições, mas a causa ou o motivo deste boicote tem a ver com a campanha que ora acontece e pasmem, tem “caroço nesse angu”. (E o caroço é de milho mesmo).

Para não fortalecer o prefeito num momento em que ele se alinha ao tradicional rival em torno da candidatura de Ricardo Coutinho, os vereadores que são da base governista, mas que não o acompanha nestas eleições, ficaram numa sinuca de bico: como aprovar uma urgência do executivo e ao mesmo tempo dar uma satisfação ao “candidato do milhão” e ainda, o que dizer aos agentes comunitários de saúde? A saída foi boicotar a sessão e protelar a decisão, ou seja, não tiveram coragem para dizer a população que estão a serviço de uma candidatura, e nesse caso, em detrimento do povo. (Vale observar que o secretário de saúde do município também está neste grupo milionário)

Em tempo: Aprovar um projeto que beneficia uma classe, apesar de ser por efeito cascata, é fortalecer o prefeito ou a classe trabalhista?

Em tempo II: Se é contra a urgência porque não derruba esta e discute o projeto no trâmite normal? O que há de errado nisto? Faz parte do Poder Legislativo, a discussão, a possibilidade de emendas ao projeto, inclusive a não aprovação.

Em tempo III: O problema é o tal do palanque político que se perpetuou na Casa Leidson da Silva. Não se discute mérito de matéria e sim, de onde vem tal matéria, ou quem é o autor da matéria. Se for conveniente, aprova-se!

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Copa Verão tem prosseguimento neste final de semana

Após duas semanas sem jogos, devido às comemorações da semana da pátria e da festa de Nossa Senhora dos Milagres, tem prosseguimento neste final de semana a 2ª Copa Verão de Futebol Amador de Serra Branca.

Depois de um duplo empate na primeira rodada, em 0 x 0, as equipes do Grupo A voltam a se enfrentarem neste domingo, 28.

Às 14h o União do Caititu joga com o Bem-te-vi das Malvinas e às 15:30h a Desportiva do Pilão enfrenta o Campinense da Serrinha.

Confira a classificação:

GRUPO A
GRUPO B
GRUPO C
GRUPO D
Bem-te-vi
01
Botafogo
03
Cruzeiro
02
River
03
Campinense
01
Vila Nova
01
Palmeiras
02
Olaria
03
União
01
Juventude
01
SSS
02
Fluminense
00
Desportiva
01
Grêmio
00
Grêmio – 2 Serras
02
Cobreloa
00

Últimos resultados

No Estádio Municipal, no dia 21, em jogos pelo Grupo D, o River de Santa Luzia venceu o Cobreloa do Odonzão por 2 x 0. Pelo mesmo grupo no clássico dos Pereiros, o Fluminense não foi páreo para o Olaria, e estreou com derrota de 2 x 0.

No Sítio Salão jogaram o SSS e o Cruzeiro da Boa Vista, que não saíram do 0 x 0, e também o Grêmio de Duas Serras contra o Palmeiras de Capoeiras que empataram em 1 x 1, jogos válidos pelo Grupo C. 

Frei Anastácio recebe apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Queimadas

A direção do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Queimadas realizou reunião com os associados, nesta sexta-feira (26), para anunciar apoio à reeleição do deputado estadual Frei Anastácio. A entidade tem nove mil trabalhadores associados. “Frei Anastácio é um parlamentar sempre presente nas nossas lutas”, disse a presidente do sindicato, Maria Anunciada.

Maria Anunciada destacou que Frei Anastácio esteve presente nas mobilizações dos trabalhadores e trabalhadoras por mais segurança na região, e realizou sessão especial na Assembleia Legislativa para discutir a questão da violência contra as mulheres, além de outras ações de apoio.

“Ele esteve também em todas as nossas mobilizações realizadas em Queimadas para protestar e pedir providências para punir agressores e assassinos de mulheres em nossa cidade e na região”, disse Anunciada.

A presidente do sindicato destacou ainda o empenho de Frei Anastácio na luta em defesa de projetos de lei em defesa dos trabalhadores rurais paraibanos, dos servidores públicos estaduais, apoio aos movimentos sociais do campo e da cidade, além da fiscalização na aplicação dos recursos públicos. “É num parlamentar assim, que devemos confiar o nosso voto”, afirmou.

A dirigente sindical também fez um balanço positivo dos avanços do governo do PT, para as pessoas mais humildes do Brasil e para a agricultura. “O país mudou para melhor e precisamos votar em Dilma, para assegurarmos esses direitos conquistamos e avançarmos ainda mais”, destacou anunciada.

Frei Anastácio agradeceu a manifestação de apoio do sindicato e garantiu que está pronto para seguir a mesma linha de trabalho.  “A defesa dos mais humildes é a minha bandeira de luta. Estou nessa estrada há mais de 40 anos. Mas, para que essa luta seja fortalecida precisamos reeleger Dilma”, disse Frei Anastácio.

Com informações da Ascom

Prolcariri realiza Copa Sumé de Judô 2014 neste sábado

O Programa Olímpico do Cariri (Prolcariri) do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido da UFCG realiza neste sábado, 27 de setembro, no Ginásio O Netão, a Copa Sumé de Judô 2014. O evento tem o apoio da Prefeitura Municipal de Sumé e da Federação Paraibana de Judô - Fepaju.

As inscrições para participação dos atletas podem ser feitas no local do evento e custam R$25,00. Devem ser feitas para as seguintes categorias: Festival de 9 a 10 Anos, Sub 13, Sub 15, Sub 18 e Sênior.

A partir das 8h será feita a pesagem dos atletas e as competições serão iniciadas a partir das 9h, seguindo a ordem seguinte: Festival de 9 a 10 Anos – 9h às 10h, Sub 13 – 10h, Sub 15 – 11h30min, Sub 18 – 13h e Sênior – 14h30min.

A coordenação do evento é do professor Luciano Correia (Faixa Preta - 4º Dan), com colaboração da voluntária do programa, Jéssica Camila Gomes Batista, estudante de Sociologia do CDSA, .

Com informações de Rosenato Barreto